As mais bonitas pontes de São Petersburgo

São Petersburgo é banhada pelo Rio Neva, uma extensão de 74 km, desde o Lago Ladoga até ao Golfo da Finlândia e por um conjunto de canais que se estendem por toda a cidade. Estes canais foram inspirados em Amesterdão e concebidos por Pedro O Grande para facilitar a drenagem dos terrenos pantanosos da cidade. De inverno, são caminhos congelados que cobrem toda a cidade, e de verão são magníficos espelhos refletores de grandiosos palácios e pontes. Pontes essas que estão por todo o lado e são definitivamente uma das principais atrações da cidade. Ligam a rede de canais do Delta do Rio Neva e que foram, na sua maioria, construídas por alguns dos maiores nomes da arquitetura e engenharia russa. São verdadeiras obras de arte e fazem parte da rica cultura de São Peterburgo.

Vamos partir à descoberta de algumas das mais belas pontes, entre a mais de 340 espalhadas por toda a cidade.

Ponte da Trindade (Troitsky Most)

Abriu em 1903 no âmbito das celebrações do 200º aniversário de São Petersburgo. É uma das mais importantes, a segunda mais longa da cidade e a terceira ponte permanente do Rio Neva, cruzando da margem esquerda, junto aos Campos de Março, até à Fortaleza de Pedro e Paulo, na margem oposta. Tem 582m de extensão, acompanhados por 10 arcos, 9 vãos (3 de pedra, 5 de aço e um basculante), belos candeeiros de estilo moderno, ornamentos em Art Nouveau, grades de ferro fundido, obeliscos de granito cobertos com duas cabeças de águias imperiais.

Ponte Dvortsovy (Dvortsovy Most)

Esta Ponte, também conhecida como Ponte do Palácio, pela sua localização junto ao Palácio de Inverno, é talvez a mais famosa da cidade, ligando o Museu do Hermitage e a ilha de Vasilevskiy Ostrov. A ponte tem uma estrutura relativamente simples, talvez para contrastar com a beleza dos palácios e monumentos envolventes, que compreende cinco vãos de ferro fundido que descansam no cais. Altura da ponte foi limitada, de modo a não obstruir a visão dos monumentos ao redor. O vão central divide-se em duas alas, que são levantadas através de um ângulo de mais de 45 ° para permitir a passagem de navios no rio Neva. Atualmente suporta mais de 30.000 carros por dia e por ali passam alguns dos maiores engarrafamentos de São Petersburgo. No entanto, a vista da ponte – do Palácio de Inverno, da Fortaleza de Pedro e Paulo, dos edifícios palacianos ao longo das duas margens do Neva – é das mais impressionantes na cidade.

Ponte Anichkov

A Ponte Anichkov tem uma das imagens mais marcantes da cidade, quatro imponentes estátuas de homens a tentar dominar cavalos selvagens. O seu simbolismo representa o Homem a tentar dominar as forças da Mãe Natureza e tem uma curiosa particularidade que a muitos escapa…vista na direção oposta ao sentido do relógio dá ideia de que os cavalos selvagens se deixam domesticar. Conhecidas como os Domadores Cavalos, as 4 estátuas foram removidas da ponte durante de o cerco de Leningrado e enterradas nos terrenos do Palácio Anichkov. As estátuas foram restauradas ao seu lugar a 1 de Maio de 1945, uma semana depois de a vitória ter sido declarada. Está localizada na principal Avenida da cidade, Nevsky Prospekt, e está ladeada dos mais espantosos palácios, que lhe dão uma moldura única e inesquecível.

Ponte do Banco

Esta será sem dúvida uma das mais fotografadas pontes da cidade e talvez uma das mais belas. É famosa pelos seus 4 grifos dourados, sentados em eterna contemplação das águas abaixo. Ponte pedestre com apenas 1,85m de largura é a mais estreita da cidade. O seu nome vem de um dos primeiros Bancos públicos da Rússia, localizado perto da Ponte. Está localizada junto no Griboedov, junto à Nevsky Prospekt e à Catedral de Nossa Sra. do Kazan.

Ponte dos Leões

À semelhança da Ponte do Banco é coroada por 4 imponente estátuas, neste caso 2 pares de orgulhosos leões dourados, que guardam passagem sob o canal. É uma pequena ponte pedestre suspensa e um spot romântico na cidade.

Ponte Egípcia

Mais afastada do centro encontramos mais uma ponte onde imponentes estátuas são as protagonistas, neste caso duas serenas esfinges. A ponte original desabou após a passagem de um esquadrão de cavalaria mas as esfinges foram salvas das águas do rio e voltaram ao seu pouso de direito, após da reconstrução da ponte.

Published by Random Traveler

Olá, o meu nome é Sónia, e quando não estou a viajar, estou a planear a próxima viagem ou a sonhar com mil e um destinos que ainda não conheço. Já visitei 38 países e é nessas viagens que nascem as histórias e imagens que aqui partilho. View more posts

Leave a Reply

Exit mobile version