10 Igrejas inesquecíveis

10 igrejas.png

1.Duomo de Milão

Na Piazza del Duomo encontra-se aquele que é um dos maiores  templos góticos do mundo. A vista através da Piazza é impressionante. Possui uma impressionante fachada coroada por 135 pináculos e inúmeras estátuas e gárgulas. No seu interior encontramos grandiosos vitrais, a medonha pintura de S. Bartolomeu esfolado e segurando a sua pele e o altar-mor, debaixo do qual se abriga o tesouro.

Duomo-Milan

2.Catedral de S. Basílio em Moscovo

Localizada da monumental Praça Vermelha, encontramos a Catedral de S. Basílio com as suas paredes de tijolos vermelhos, as suas cúpulas e, sobretudo, as suas cores vivas fazem dela um dos mais grandiosos edifícios alguma vez construídos. A Catedral foi mandada construir por Ivan o Terrível, em 1552, para celebrar uma vitória militar. A sua espetacular arquitectura e cores vivas quase sucumbiram por duas vezes à destruição. Primeiro por Napoleão, quando em 1812 conquistou Moscovo, mas felizmente a pólvora acabou ensopada com a chuva e a intenção caiu por terra. A segunda tentativa esteve nas mãos de Estaline, que procurou abrir espaço na Praça Vermelha para as suas paradas militares. No entanto, o arquiteto Baranovsky ameaçou cortar a sua garganta caso a demolição acontecesse. Não só conseguiu travar a destruição da catedral como conseguiu ainda cinco anos de trabalhos forçados por ter desafiado o ditador.

S.Basilio Moscovo

3. Sagrada Família em Barcelona

Uma das obras mais emblemáticas de Gaudi, a Sagrada Família é uma magnífica e inacabada igreja que nasceu, como muitas das suas obras, da sua imaginação única e absolutamente genial. A primeira pedra foi lançada em 1882 e desde então que a obra decorre. A sua conclusão está prevista apenas para 2030. Pormenores que se destacam na sua construção: as plantas e animais esculpidos na fachada, as suas torres que podem ser avistadas em quase toda a cidade, a magnífica fachada da Paixão e as gárgulas que olham assustadoramente lá de cima.

01336-sagradafamilia

4.Duomo em Florença

A primeira impressão é de total arrebatamento, não só pela sua dimensão e grandiosidade mas pelas cores vivas dos mármores verdes e rosas. Depois avistamos o Campanile e a Cúpula e sabemos que estamos perante uma das mais grandiosas obras primas de humanidade.

florenca-duomo

5. Basílica di San Marco em Veneza

Um dos mais grandiosos e deslumbrantes igrejas de Itália. De inspiração oriental, a Basílica tem detalhes de verdadeiro esplendor e opulência: os Cavalos de San Marcos, os mosaicos da fachada, a estátua de S. Marcos e os Anjos no topo do arco Central, o mosaico do pavimento no interior, os mosaicos no interior da Cúpula da Ascenção, os arcos da entrada, e muito mais.

veneza-basilica-di-san-marco

6. Igreja de Santa Maria em Cracóvia

É anterior à construção da praça central e, por esse motivo, se encontra, desenquadrada dos restantes edifícios. É uma das mais bonitas basílicas góticas onde já tive oportunidade de entrar, com magníficos vitrais, coloridas paredes e um grandioso altar, com 13 metros de altura e 11 de largura, um dos maiores da Europa. O seu autor, Veit Stoss, demorou 12 anos a concluir a obra, incluindo cerca de 200 figuras esculpidas, cuja dimensão oscila entre uns poucos de centímetros até aos três metros. A igreja é também conhecida pelo famoso toque de corneta, que acontece a todas as horas.

IMG_7296

7.Catedral de Notre-Dame em Paris

A sua fachada gótica e as duas torres com 69 m de altura são o que primeiro nos impressiona quando nos aproximamos daquela que é o principal centro religioso de Paris. O seu interior deslumbra com os magníficos vitrais. É um espaço mágico, talvez por influência de uma das minhas estórias favoritas, O Corcunda de Notre Dame.

LostFile_JPG_5497951

8. Capela de São Kinga, Minas de Sal de Wieliczka em Cracóvia

A Capela de São Kinga está localizada na mina de Sal de Wieliczka  e foi toda escavada numa galeria e recheada de quadros e esculturas de sal. É um dos espaços mais impressionantes em toda a mina.

fascinante

9.Basílica S. Pedro, no Vaticano

Tudo é grandioso na Basílica de S. Pedro. O exuberante Baldaquino que cobre o túmulo de S. Pedro, 0 imponente monumento de mármore dedicado ao Papa Alexandre VII, a famosa Piéta de Miguel Ângelo, a Estátua de S. Pedro, cujo pé está gasto devido aos toques dos peregrinos ao longo dos anos e a grandiosa Cúpula de S. Pedro, com mais de 135 m de altura e que só pode ser alcançada por uma escadaria com mais de 535 degraus.

lostfile_jpg_13819823

10.Abadia de Westminster em Londres

É a igreja mais importante de Londres. Famosa mundialmente por ser o local de coroação do Monarca do Reino Unido. Foi construída no século XI e reformada e concluída entre os séculos XIII e XIV, sendo desde sua fundação até o século XVI uma igreja católica quando foi convertida em igreja anglicana.

Londres_2 (27)

4.Igrejas que não podemos deixar de visitar em Roma

Cada um à sua maneira tem pormenores que nos prendem e nos retiram o fôlego. Impossível esquecer, impossível deixar para trás as suas memórias.

1.Panteão, Roma

2.Santa Maria del Popolo, Roma

3.Igreja de Santa Maria della VittoriaRoma

 

4.Basílica S. Pedro, Vaticano

O Vaticano, passo a passo

O Vaticano é o estado mais pequeno do Mundo e a Capital do Catolicismo. Ocupa apenas 43 ha e tem cerca de 500 habitantes, entre eles o Papa. Foi edificada no local onde S. Pedro foi martirizado e é protegido pela imponente Guarda Suiça.

O Vaticano, passo a passo

Apesar da sua dimensão este pequeno estado tem muito a oferecer, o seu património monumental, histórico, cultural e artístico merece uma visita atenta. Recomendo começar pelos Museus do Vaticano. Primeiro porque logo pela manhã é quando têm menos gente e depois porque é uma das visitas que mais tempo vai ocupar. Estes Museus, onde também se inclui a Capela Sistina, são dos mais ricos que já visitei e albergam uma das mais importantes coleções de arte do mundo – Arte Egípcia, Assíria, Grega, Etrusca e Romana, Arte Medieval e arte dos séculos XV a XIX, entre muitas outras. A visita segue um caminho único que percorre as principais salas e coleções do museu e culmina na Capela, que será certamente um dos momentos altos do dia. A visita poderá durar entre as duas e as cinco horas.

O Vaticano, passo a passo

O Vaticano, passo a passo
O Vaticano, passo a passo

Saímos do Museu e vamos de seguida para a imponente e sumptuosa Basílica de S. Pedro, o mais importante templo do cristianismo, inaugurado no século XVII. No interior da Basílica o nosso olhar foge constantemente de uma para outra obra de arte. É difícil manter a concentração tal o numero e a beleza das peças que nos rodeiam, já para não falar do espaço em si.

LostFile_JPG_13819823.jpg

Desde o exuberante Baldaquino que cobre o túmulo de S. Pedro, ao imponente monumento de mármore dedicado ao Papa Alexandre VII, a famosa Piéta de Miguel Ângelo, à Estátua de S. Pedro, cujo pé está gasto devido aos toques dos peregrinos ao longo dos anos e terminando na grandiosa Cúpula de S. Pedro, com mais de 135 m de altura e que só pode ser alcançada por uma escadaria com mais de 535 degraus. Antes de sairmos para a Piazza damos um passeio pelos amplos e floridos jardins do Vaticano, apreciamos a calma e aproveitamos para descansar antes de prosseguir a visita.

lostfile_jpg_13715967
O Vaticano, passo a passo

Já na Piazza admiramos a obra erigida por Bernini, percorremos, com os olhos no chão, as diversas peças de baixo relevo ali incrustadas, o obelisco trazido Egito por Calígula e as 140 estátuas – santos e mártires, papas e fundadores de ordens religiosas – da balustrada das colunas, que tem 17 metros de largura.

LostFile_JPG_13818191.jpg

Seguimos pela Via della Conciliazione em direção ao Castel Sant’Angelo, uma imponente fortaleza que tem desempenhado os mais diversos papeis ao longo da história, sendo talvez o mais importante o de protetor dos papas, existindo para isso um corredor subterrâneo que liga a Basílica a este local. Esta seria a via de fuga para o papa em caso de tumultos que coloquem a sua vida em risco. Ao seu lado foi erigida a ponte Sant’Angelo, sobre o rio Tibre, ornada por doze estátuas de anjos esculpidas por Gian Lorenzo Bernini.

LostFile_JPG_13822439.jpg

E pela ponte abandonamos este pequeno estado que abriga toda a história de cristianismo e mantém viva a sua história, parecendo aqui e ali, parada no tempo mas sem recusar ou virar costas à modernidade.

Must-See das Grandes Obras de Arte Mundiais

1. Mona Lisa, Louvre, Paris

2. Capela Sistina, Vaticano

3. Las Meninas, Museu do Prado, Madrid

4. Os Girassóis, Museu Van Gogh, Amesterdão

5. Vénus de Willendorf, Museu de História Natural, Viena

6. David, Galleria dell’Accademia, Florença

7. Pietá, Basilica S. Pedro, Vaticano

8. Guernica, Museu Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid

9. O Nascimento de Venus, Galleria degli Uffizi, Florença

10. Venus de Milo, Museu do Louvre, Paris

Capela Sistina all over the place

Andei, andei, andei para lá chegar. As placas parecia que indicavam que era “já ali” mas foi preciso percorrer todo o Museu do Vaticano para entrar na deslumbrante Capela Sistina. É de ficar de boca aberta a olhar…para todo o lado!

É verdadeiramente grandiosa e no local desejei muito ter uma visão 360º que me permitisse abarcar toda a imensidão daquela capela histórica. No local não foi possível mas agora que descobri este site não tenho feito mais nada.

Dá para ver toda a capela, não só 360º mas também em zoom ao detalhe (coisa que lá é impossível). É espetacular e permite descobrir detalhes da decoração que de outra forma seriam impossível. Amei!

Lightmatter_Sistine_Chapel_ceiling
“Lightmatter Sistine Chapel ceiling” por [1]. Licenciado sob CC BY 2.5, via Wikimedia Commons

10 Coisas que fazem Itália única

Coisas que fazem Itália única.png

1# Uma sofisticada Galeria Comercial

A Galleria Vittorio Emanuele II mais parece um monumento histórico. De destacar a cobertura de metal e vidro e a magnifica cúpula Central que nos põe a olhar para o ar até fazer doer o pescoço.

Uma dica: olhar para o chão atentamente e procurar os “tintins” do Touro…diz que dá sorte dar-lhes uma pisadela.

b3c87-100_3144

96a0c-100_3167

2# Veneza

Porque é verdadeiramente única por si só (aqui está algo nunca antes dito desta cidade), porque toda ela está construída sobre bancos de areia, porque tem um dos mais belos edifícios de Itália (Basílica de San Marco) e porque tem uma das ruas mais pitorescas e animadas do Mundo – o Grande Canal.

6605f-100_3258

85886-100_3448

3# Monumentos grandiosos

Como o Duomo em Florença, que domina todo o centro da cidade, o Palazzo Pitti também em Florença, cuja construção levou a família Pitti à falência, o monumento Vittorio Emmanuel II ou o Coliseu em Roma, o Castello Sforzesco em Milão, entre muitos, muitos outros.

a3b1b-100_2796a2b01-100_3662

4# Algumas das Igrejas mais grandiosas do Mundo

Seja em dimensão, decoração, história, estilo arquitetónico, vitrais, frescos, esculturas, etc.

3bd37-100_3135

Duomo Gótico de Milão
Um dos maiores templos góticos do mundo

1714d-100_3521

Santa Maria della Salute // Veneza

 

5# Boa comida.

Bons risotos, boas pastas, boas pizzas, bons gellatos, bom vinho. Enfim…é povo que se trata bem.

37113-100_3886

6# O Vaticano

Um Estado com as suas particulares particularidades. É o país mais pequeno do mundo mas possuiu um dos maiores patrimónios artísticos e culturais (já para não falar da opulência de tudo o que rodeia este micro-país).

0b0c2-vaticano

7# A Torre de Pisa

A pergunta que se impõe “Como é que aquilo não cai, como?” Construída em subsolo arenoso, a Torre começou a inclinar-se antes mesmo de estar concluída (!!) e ainda lhe colocaram os sinos para aumentar a pressão. Ainda bem que o fizeram e ainda bem que não deixaram a obra a meio quando começou a inclinar para que nos possamos deliciar a olhar para ela. Já para não falar de tirarmos a bela foto com o típico enquadramento de “empurrar” a torre.

59325-pisa3

Continua a desafiar orgulhosamente
as leis da gravidade

8# A Fontana di Trevi

A sua grandiosidade e exuberância.Não esquecer de deitar a moedinha por cima do ombro para garantir o regresso a Roma.

100_4200

9# Um ambiente positivo, luminoso, descontraído e bem disposto.

6a600-100_3112

Parco Sampione // Milão

10# Homens nus por todo o lado!!!

O David (ou Davides) do Miguel Ângelo, o David de Donatello, o Baco de Miguel Ângelo, o Perseu de Cellini, o Nettuno de Ammannati, and so on, and so on. Tudo isto só em Florença…são fantásticas obras de arte que contam a história deste grandioso país e que merecem a nossa total atenção.

adb8d-100_3764

David de Miguel Ângelo // uma das 3 esculturas existentes em Florença