5 coisas a saber antes de visitar México

mexico

1. A comida é mais do que apenas guacamole e tacos

Os grelhados e peixes são de excelente qualidade, assim como algumas frutas.

mexico-comida-2mexico-comida

2. Não comprar o artesanato local nas zonas óbvias

Esqueçam comprar artesanato em Chichén Itzá ou Coba ou locais similares. O mais provável é serem mais caros e pouco “artesanais”. Procurem as lojinhas de de beira de estrada ou nas povoações como Playa del Carmen. Aqui podem encontrar tecidos pintados, cerâmica, estátuas de madeira e afins.

mexico-artesanato

3. Não beber água da torneira

A água não é de confiança. Beber apenas água engarrafada

4. A época em que está melhor tempo é entre janeiro e abril

Esta é a época seca a mais indicada para visitar o país. É também a mais cara por esse mesmo motivo. Os meses de novembro e dezembro, com sorte, também não são maus.

101_0013.JPG

5. Não é possível subir a pirâmide de Chichén Itzá

Por questões de proteção do património deixou de ser possível subir à mais famosa pirâmide da Riviera Maia. No entanto continua a merecer uma visita. O local é sem duvida mágico. Para experimentar subir a uma pirâmide, então o melhor caminha será até Coba onde se localiza a única pirâmide que ainda permite a subida.

Aproveite os hotéis e os voos na época em que são mais baratos e visite o México. É uma experiência única!

6 Coisas a fazer numas férias na Riviera Maia que não envolvem praia nem espreguiçadeira

Riviera Maia.png

Normalmente quem escolhe passar uma férias na Riviera Maia (Cancun ou Praya del Carmen) fá-lo para descansar e desfrutar de uma total calma e tranquilidade nas suas belas praias de aguas tépidas e de um azul deslumbrante. Porém, a Riviera Maia porém é muito mais do que isso. Tem muito mais para ver e fazer, em este lugar incrível localizado na Península de Yucatan. Confira abaixo algumas das maravilhas mais surpreendentes que poderá encontrar por estes lados.

1.Visitar as ruínas maias de Chichén Itza

Chichén Itza é um dos sítios arqueológicos mais famosos do Mundo e é considerada uma das Sete Maravilhas do Mundo e Património da Humanidade pela Unesco. Foi o centro político e económico de toda a civilização Maia e aqui se encontram algumas das mais bem preservadas ruínas do México e uma das mais famosas pirâmides, a Pirâmide de Kukulcán.

2d0e7-101_0583

2. Explorar Playa del Carmen

Playa del Carmen é uma mini cidade com muita cor e vida. Por aqui é possível provar a típica comida local e aproveitar para comprar alguns souvenirs e artesanato.O coração da cidade passa pela  5ª Avenida, o local ideal para um passeio ao final da tarde nesta extensa avenida e sentir o pulsar desta povoação, os seus cheiros e as suas cores.

08cb1-101_01281

3.Nadar num cenote

Cenotes são lagos lagos naturais, que ocorrem devido à erosão de calcário, criando enormes buracos no solo que se enchem de águas doces que sobem do subsolo. IK-kil tem um dos mais famosos, localizado 30 metros de altura da superfície e 50 de profundidade. É um espaço exuberante de verde e de natureza.  A sua altura e profundidade fazem deste cenote o local ideal para o Red Bull Cliff Diving World Series que todos os anos aqui tem lugar.

1761d-101_0614

4. Visitar as ruinas de Tulum

Tulum é um local arqueológico de uma antiga cidade muralhada maia, construída junto ao mar, entre o Golfo do México e o Mar do Caribe. Tem uma das mais inigualáveis vistas sobre o azul Mar do Caribe. Tulum era um importante porto de pesca e um porto comercial, para as trocas efetuadas com as cidades da região.

6ce71-101_04316ff38-101_0437

5. Subir à pirâmide das ruínas de Coba

Esta é uma experiência floresta adentro até a uma civilização há muito perdida e subir à pirâmide de No’hoch, a mais alta do Yucatán (42 metros de altura e mais de 45º de inclinação). Do topo é possível contemplar  a exuberante panorâmica da selva e dos vestígios arqueológicos deste lugar.64bcd-101_02441e875-101_0203

6. Visitar os parques temáticos naturais

Xel-Há

Parque aquático onde é possível fazer snorkel junto de peixinhos coloridos, nadar com golfinhos, descobrir toda uma vasta diversidade ecológica num cenário de beleza única, entre muitas outras atividades mais ou menos radicais.

ec736-101_0455f0605-101_0453

Xcaret é uma parque eco arqueológico foi durante mais de 10 séculos um dos centros cerimoniais mais importantes da cultura maia. Hoje é um importante canal de divulgação da cultura maia, proporcionando momentos de muita diversão para todas as idades.

Xplor é uma viagem a um mundo subterrâneo único no coração da Riviera Maia. Aqui é possível ‘voar’ por cima de rios em mais de 3km de tirolesas, nadar num rio subterrâneo com estalactites, descer o rio em jangadas insufláveis e andar de carros anfíbios.

7. Visitar Tankah Pueblo

Neste local vive ainda uma verdadeira comunidade maia que mantém ainda as suas casas de madeira e lama tradicionais, falam a sua língua nativa e mantém as suas tradições praticamente intactas desde séculos e séculos. Aqui é possível experienciar a verdadeira cultura maia através da comida, da visita ao local e de toda a zona natural envolvente (fauna, flora e os cenotes).

211c4-101_02771af71-101_0276

Coco Bongo Rocks!!

“Puts Vegas Nightlife to Shame”, CNN

É esta a frase que esta em todos os folhetos, filmes formas de divulgação desta discoteca localizada na Playa del Carmen e em Cancun. E não tendo meios de comparação (exceto pelo que se vê no filmes) estou mesmo disposta a acreditar que assim é. O Congo Bongo é uma experiência sensorial absolutamente inacreditável. O espetáculo tem a duração de 5 horas (23h as 3h30) mas nem damos pelo tempo passar.

7759a-mexico1

Tem todos os ingredientes do sucesso é verdade – boa música, muita animação, turistas em ferias, bebida à descrição – mas a forma como tudo é combinado é que nos arrasta para uma espiral de energia e magia que parece não ter fim.

04a2e-mexico_dez_2013252842529

c87a3-mexico_dez_2013252882529

Mais de 40 artistas e acrobatas em palco que reinterpretam de uma forma muito própria desde o clássico Fantasma da Opera até ao futurista Thor. Pelo meio passam o Batman, o Spiderman e o 007, entramos no espetáculo do Cabaret e do Chigaco, assistimos ao concerto de algumas das maiores divas e estrelas da pop mundial e prestamos homenagem aos grandes Freddy Mercury e Michael Jackson. Tudo sem perder o beat e num registo non stop.

3e553-cocobongo11fc83-cocobongo37d47f-cocobongo
Best experience ever in night clubs!! Coco Bongo Rocks!!

México, destino ideal para descanso ou aventura

Para quem escolhe o México para umas férias apenas com o objetivo de descansar e desfrutar de uma total calma e tranquilidade saiba que escolheu bem. Com uma temperatura média de 25º,  mesmo no Inverno fazer praia por aqui não tem erro.

Para além das belas praias de aguas tépidas e de um azul deslumbrante, o México proporciona toda uma experiência de luxo. Senão vejam comigo…

Belas Praias

70100-101_0437dfef0-101_0014

Hotéis de Qualidade
(este é o Riu Yucatan)

ff98e-101_000298092-101_0383fbc80-101_0380

Locais coloridos para fazer compras

Playa del Carmen congrega os melhores restaurantes, lojas e centros noturnos, na sua grande maioria localizados na “famosa” 5ª Avenida. Recomendo um passeio ao final da tarde (até porque o sol se põe cedo) nesta extensa avenida e sentir o pulsar desta povoação, os seus cheiros e as suas cores.

08cb1-101_0128

Lojinhas de artesanato local

São excelentes artesãos quer a nível das tapeçarias e têxteis quer da louça.  As peças são caracterizadas pelas cores vivas, pela criatividade e pela alusão aos costumes e tradições maias.

f1ad7-101_00838eef4-101_0540d2d6f-101_0536

 Atividades ao ar livre e parques temáticos naturais

d7988-101_0307

Tirolesas // Tankah Pueblo

1b192-101_0322

Cenote // Tankah Pueblo

b51eb-101_0614

Cenote // Ik-kil

Xel-Há

Parque aquático que nos transporta para um aquário cristalino onde podemos fazer snorkel junto de peixinhos coloridos, nadar com golfinhos, descobrir toda uma vasta diversidade ecológica num cenário de beleza única, entre muitas outras atividades mais ou menos radicais.

ec736-101_0455
f0605-101_0453

Xcaret

Este parque eco arqueológico foi durante mais de 10 séculos um dos centros cerimoniais mais importantes da cultura maia. Hoje é um importante canal de divulgação da cultura maia, proporcionando momentos de muita diversão para todas as idades.

78186-xcaret1

Xplor

É uma viagem a um mundo subterrâneo único no coração da Riviera Maia. Aqui é possível ‘voar’ por cima de rios em mais de 3km de tirolesas, nadar num rio subterrâneo com estalactites, descer o rio em jangadas insufláveis e andar de carros anfíbios. Uma grande aventura.

e4ef4-xplor_04 58599-xplor_01 a5949-xplor_06

Boa comida e melhor bebida

60cc2-mexico_dez_201335 762df-mexico_dez_201312 7677f-mexico_dez_201356

Cultura

Seja a ruínas maias como Coba, Tulum ou Chichen Itza ou a cidades como Cancun ou Valladolid é sempre uma forma confortável de ficar a conhecer um pouco mais sobre a cultura, historia e tradições locais.

4bfbd-101_0213d1d8f-101_0576

 Vida Noturna animada

7baac-mexico1 4d173-mexico_dez_20134 48d84-mexico

Deixo ainda algumas dicas que podem ser úteis:

– Hotéis: Ficamos no Riu Yucatan com acessibilidade aos restantes 5 hotéis da cadeia nas imediações da Playa del Carmen e todos nos pareceram de alta qualidade pelo que recomendo a 100%. Outros que não conhecemos de perto mas que pelo comentários locais e pesquisas que fizemos também parecem muito bem: os Gran Bahia Principe (Tulum, Akumal e Coba), os Paladium e os Sandos.

– Excursões: Ficar no Hotel só a desfrutar da qualidade de vida não é má ideia mas as riquezas arqueológicas e naturais são tão espetaculares que vale mesmo a pena. As excursões podem ser compradas diretamente no operador turístico (e bem falado fazem descontos de quantidade). Confesso que não sou fã pelo ritmo que nos impõem (por norma gosto de andar e descobrir as coisas ao meu ritmo) mas neste caso é uma forma confortável e interessante de ficar a conhecer melhor o país e as suas tradições.

Algumas excursões disponíveis e preços indicativos (podem variar em função do operador):

– Chichén Itza (cerca de 70€)

– Tulum + Xel-Ha (cerca de 100€)

– Xcaret (cerca de 110€

– Cobá + Comunidade Maia (cerca de 100€)

– Xplor (cerca de 120€)

– Isla Mujeres (cerca 60€)

– Dinheiro: a moeda oficial é o peso mas em quase todos os locais aceitam dólares e até euros. Apenas recomendo cuidado com o troco. Se pagar em euros ou dólares exija o troco na mesma moeda.

– Tomadas: não esquecer de levar adaptador de corrente.

– “Propina”: não chateiam a pedir gorjeta (aliás a norma é só dar gorjeta se se ficar satisfeito com o serviço) mas são de uma forma geral tão atenciosos e bem dispostos que dá vontade de retribuir.

– Fuso horário: é o pior de tudo. Menos 6 horas que nos primeiros dias nos fazem levantar às 4h da manhã cheios de vontade de ir fazer e ver tudo! Sugiro voltar para a cama mas não por muito mais. O sol nasce pelas 6h e esta e a hora ideal para um passeio pela praia. Como o sol também se põe cedo (pelas 17h já é de noite) é entrar no ritmo, acordar cedo e aproveitar o dia ao máximo.

– Visita ao Conco Bongo para uma das melhores experiências noturnas da vida. Tão espetacular que terá direito ao seu próprio post por aqui (estejam atentos). Grande domínio!

México, Déjate llevar

Praias de areia branca, mar azul-turquesa, recifes de corais, vegetação luxuriante e boa comida. Também por aqui pode ser visitado e apreciado um dos maiores recifes do mundo e mais de 10 mil cenotes, lagos formados por águas subterrâneas. Tudo bons ingredientes que fazem da Península de Yucatán o local ideal para umas férias. Yucatán é claramente um lugar magico é muito mais do que um simples destino de férias e descanso.

A Península do Yucatán é delimitada pelo Golfo do México e pelo Mar das Caraíbas e é uma das zonas mais ricas do México, quer a nível histórico e cultural, quer a nível dos recursos naturais. Foi esta riqueza que levou os povos aqui residentes a tentarem a sua independência, que conseguiram por duas vezes – uma durou duas semanas, outra 48h!É por tudo isto que este é também o local ideal para quem gosta de uma boa dose de cultura e de partir à descoberta dos mais variados vestígios de antigas civilizações, neste caso em particular da civilização maia.

 Chichén Itza

Começamos por aquele que é um dos sítios arqueológicos mais famosos do Mundo. Considerada uma das 7 Maravilhas do Mundo e Património da Humanidade pela Unesco, Chichén Itza leva-nos numa viagem ao passado e a explorar os mistérios do mundo antigo. Respeito que por aqui pisa-se os mesmos caminhos que os antigos sacerdotes maias a caminho dos seus sacrifícios aos deuses pisavam. Chichén (como é carinhosamente tratado localmente) foi o centro político e económico de toda a civilização Maia e aqui podemos visitar algumas das mais bem preservadas ruínas do México:o Templo dos Guerreiros, o Observatório, o Campo da Bola (jogo tradicional Maia que elegia o mais corajoso) e uma das mais famosas pirâmides, a Pirâmide de Kukulcán.

2d0e7-101_0583

Algumas curiosidades

Chichén Itza foi abandonada em 670 d.c. e reconstruída 300 anos mais tarde, quando se tornou o centro da cultura maia e a cidade mais importante do nordeste de Yucátan. O templo de Kukulcán é um calendário solar com 365 degraus, um por cada dia do ano, distribuídos pelos 4 lados da pirâmide (91 degraus por cada lado).

Duas vezes por ano, no equinócio da Primavera (21 de março) e no do Outono (21 de setembro) uma sombra desce pela parede lateral da pirâmide de Kukulcán criando a forma de uma serpente. Conforme o sol se põe a sombra desce até à cabeça da serpente na base da pirâmide.

0254e-chichenitzaequinox

O jogo da pelota de Chichén Itza é um dos maiores da América, medindo mais de 160 m de cumprimento e 70 m de largura. Os jogadores jogavam com uma bola de cerca de 5 kg e não podiam usar os pés ou as mãos. O vencedor era considerado o mais valente e cortavam-lhe a cabeça como sacrifício e homenagem aos Deuses, lançando-a no cenote sagrado de Chichén Itza.

edd71-101_0593

b585d-101_0588
Uma das minhas estruturas favoritas neste recinto, a Tzompantli (Plataforma de los Cráneos). É um pouco mórbida mas é muito interessante visualmente.

Tulum

Tulum é um local arqueológico de uma antiga cidade muralhada maia, construída junto ao mar, entre o Golfo do México e o Mar do Caribe. Tem uma das mais inigualáveis vistas sobre o azul Mar do Caribe. Tulum era um importante porto de pesca e um porto comercial, para as trocas efetuadas com as cidades da região. Doenças trazidas pelos Espanhóis do “velho” Continente foram causa aparente da extinção deste povoado.

69193-101_04156ce71-101_04316ff38-101_0437

Coba

Esta é uma experiência floresta adentro até a uma civilização há muito perdida mas nunca esquecida. Aqui é ainda possível subir à pirâmide de No’hoch, a mais alta do Yucatán (42 metros de altura e mais de 45º de inclinação) e contemplar lá de cima a exuberante panorâmica da selva e dos vestígios arqueológicos deste lugar.

aa9d0-101_0241

64bcd-101_0244

0f5c6-101_0247

Para além da pirâmide de Nohoch Mul aqui podem ser visitadas diversas estelas (pedras altas talhadas) ricamente trabalhadas em baixo relevo, um observatório astronómico, um campo de jogos para o denominado jogo da bola (de que já falei acima) e uma pirâmide mais pequena. Existem ainda uma série de outras construções que foram literalmente “engolidas” pela selva envolvente.

1e875-101_0203

b3e59-101_0190

2086a-101_0226

De Coba partia uma estrada, ainda visível parcialmente, que ligava diretamente aos outros dois sítios arqueológicos da cultura maia, Tulum e Chichén Itza.

Tankah Pueblo

Neste local vive ainda uma verdadeira comunidade maia que mantém ainda as suas casas de madeira e lama tradicionais, falam a sua língua nativa e mantém as suas tradições praticamente intactas desde séculos e séculos. Aqui é possível experienciar a verdadeira cultura maia através da comida, da visita ao local e de toda a zona natural envolvente (fauna, flora e os cenotes).

1af71-101_0276211c4-101_0277c6e71-101_0291

Neste parque podemos ainda levar a cabo algumas atividades de aventura como descer por cima de um lago em “tirolesa”, andar de kaiak e nadar num fantástico cenote de águas límpidas.

0bf62-101_0299

31ed3-101_0310d4fc6-101_0322

 Ik-kil

IK-kil é o parque que abriga um maravilhoso cenote localizado 30 metros de altura da superfície e 50 de profundidade. É um espaço exuberante de verde e de natureza, onde nos sentimos engolidos pelo meio envolvente. Sentimo-nos parte da natureza. Uma experiência única a descobrir. A sua altura e profundidade fazem deste cenote o local ideal para o Red Bull Cliff Diving World Series que todos os anos aqui tem lugar.

dd7c6-101_06131761d-101_0614

Durante esta viagem (que vamos sem duvida repetir) descobrimos que o México é um país muito particular e cheio de contrastes. A sua grande superfície está dividida entre desertos tórridos e zonas verdes e luxuriantes. Aqui são faladas mais de 120 línguas oficiais e 40 dialetos (não estou a inventar!).O México é definitivamente um destino de sonho e muito mais do que apenas umas semanas de praia, sol e mar caliente. É uma aventura ao passado e uma redescoberta dos valores mais simples da natureza e da vida.

Its the end of the World…

Diz que é hoje e definitivamente não estou satisfeita. Primeiro porque não estou em Portugal, logo não me consigo despedir devidamente das pessoas que me são mais próximas. Depois porque é o dia de anos do meu mais que tudo e acho de mau tom para o fim do mundo vir estragar a festa. Terceiro porque ainda existem tantos locais que ainda queria conhecer e descobrir.
A culpa é destes senhores aqui em baixo que se lembraram de profetizar que o mundo acabava no dia 21 de Dezembro de 2012!! Porquê?? Porque não no dia 29 de Fevereiro de qualquer outro ano. Acho mal.

A civilização Maia até podia ser muito avançada e até pode ter deixado autênticas maravilhas arquitetónicas que fazem, atualmente, as delícias de milhões de agências de viagens por esse mundo fora, mas deixar também uma teoria de fim do mundo…. Não se faz. Shame on you maias. E ainda por cima um fim do mundo horrendo e apocalíptico…em que acabamos todos reduzidos a cinzas, chamuscados por uma labareda solar. God…haverá final mais dramático?

2d0e7-101_0583

Se isto efectivamente se confirmar quero terminar em grande e a ouvir a música abaixo. Se isto for tudo uma enorme trapalhada Maia…Shame on you maias…again and again.