O outro lado de Ibiza

Eivissa ou Ibiza é mundialmente conhecida pelas suas praias de águas azuis turquesa, baías escondidas e, claro, pela vida noturna. No entanto, existe toda uma Ibiza desconhecida para lá do glamour das festas e dos iates luxuosos, uma Ibiza com um forte património cultural e riquezas naturais únicas.

Partimos assim à descoberta de algumas das suas riquezas…Começamos por Vara de Rey um amplo passeio pedonal no coração da cidade, rodeado por maravilhosos edifícios coloniais, como o Hotel Montesol, o La Mutual e a Casa Matutes. É o local ideal para sentir a Cidade, tomar una copa e apreciar a vida que passa em volta uma vez que por aqui se concentram inúmeras lojas locais e internacionais, feiras, restaurantes e cafés, atraindo locais e turistas.

Durante a noite é aqui que se concentra grande parte da animação da cidade com inúmeros bares e é por aqui que passam as paradas das discotecas com os seus exuberantes figurantes, que animam as ruas de Ibiza. As lojas também estão abertas até tarde e com atenção e possível encontrar algumas peças interessantes de artesanato local, bem como os mais diferentes produtos e recuerdos. Esta zona é vigiada do alto pelas muralhas e monumentos da cidade velha e pela estátua de um marinheiro ao leme, homenagem às gentes do mar.

 79fb4-ibiza_cidade3

 

A zona do Porto é das mais animadas. Durante o dia tem diversos cafés e mercadillos, o movimento de barcos indo e vindo dos mais diversos destinos e as partidas e chegadas de luxuosos iates, que dão cor e animação a esta zona.

Dalt Vila ou Cidade Alta é a chamada zona velha e está localizada numa encosta à beira mar com uma vista privilegiada da cidade. Foi declarada Património da Humanidade da UNESCO por ser a fortaleza costeira mais bem preservada do mediterrâneo. As vistas lá de cima, das muralhas e dos diversos baluartes, é deslumbrante e permite-nos descobrir os diversos ângulos de Ibiza. Justifica, sem dúvida, a subida.

 

fe5d9-dalt2bvilla1
f8727-dalt2bvilla6

 As suas muralhas albergam 2.500 anos de história, diversos baluartes que em tempos garantiam a defesa da cidade, a Catedral dedicada a Nossa Senhora das Neves, patrona de Ibiza, o Museu Arqueológico, com memórias importantes da época em que Cartago dominava o Mediterrâneo, a Igreja de Santo Domingo, entre outros pontos de interesse. Recomendo uma visita logo pela manhã quando está mais fresco e é mais agradável deambular pelas estreitas ruas desertas.

Saindo do Castelo recomendo uma visita à necrópole de Puig des Molins onde poderá apreciar antigas tumbas púnicas e uma das melhores coleções de peças púnicas do mundo. Esta necrópole data do século VII altura em que os fenícios fundaram a cidade.

Como ir e onde ficar: Existem voos regulares para Ibiza de diversas companhias e muitos hotéis costeiros com preço bastante acessíveis. Quem for à procura de uma experiência mais calma recomendo ficar fora dos principais centros urbanos (Ibiza, Santa Eulália e Santo António) e procurar uma das muitas Callas que existem em redor da ilha.

One thought on “O outro lado de Ibiza

Deixar uma resposta