Se os Castelos falassem…

São os símbolos vivos da nossa memória nacional e guardam as mais fantásticas lendas e histórias e um património valioso para o nosso turismo mas alguns tão abandonados e mal tratados. É em sua homenagem que decidi fazer este post. Existem muitos e muitos castelos espalhados de Norte a Sul do País, de Bragança e até ao Algarve, começando a viagem por aquele que está aqui mesmo ao lado, o Castelo de S. Jorge.

Castelo de S. Jorge

“Considerado o monumento mais emblemático da cidade de Lisboa, o Castelo de S. Jorge é um testemunho relevante de momentos ímpares da história de Lisboa e de Portugal.” Este é o ponto de partida que podemos encontrar no site do Castelo de S. Jorge e de não me ocorreu outra forma melhor de o descrever.  Este imponente castelo ergue-se orgulhosamente, na sua posição dominante localizada no cima de uma das mais alta colinas de Lisboa.

Durante a Reconquista Cristã as tropas armadas de D. Afonso Henriques conquistaram esta fortificação muçulmana, que capitulou após um duro cerco de três meses, deixando para trás uma lenda que chega até aos dias de hoje sobre o nobre cavaleiro Martim Moniz que se sacrificou entre as portas do Castelo para permitir a entrada vitoriosa dos seus companheiros. É um dos locais de Lisboa onde podemos desfrutar da melhor vista da cidade.

0c19d-castelo_sjorgelx1
ec268-castelo_sjorgelx2

Castelo de Monsanto

O seu aspeto militar e maciço não engana quanto à sua origem e história. É um dos mais belos castelos que já visitei, sobretudo porque se ergue no alto de um penedo com uma vista maravilhosa sobre a verdejante e selvagem paisagem do Concelho de Idanha-a-Nova. Reza a história que defensores do castelo,”presos” a sete longos anos por um cerco que pareceria não ter fim e a morrer de fome, têm uma ideia ariscada para iludir o inimigo. Alimentaram a ultima e magra vitela com o último trigo e lançaram-na por cima dos muros do castelo em direção do inimigo. Os sitiadores interpretaram este gesto como um alerta de que os defensores do castelos continuavam fartamente providos de alimento e levantaram cerco, abandonado de imediato a região.

7ece9-monsanto2

4d390-monsanto3

 

Castelo de Monsaraz

Monsaraz é uma vila medieval perdida no tempo e na história. Quem não visitou este espaço e sentiu que estava a regressar algumas centenas de anos atrás na história até à época das reconquistas? Monsaraz tem uma das mais grandiosas vistas do Guadiana e do recente espelho d’água criado pela da Barragem de Alqueva. Do cima das muralhas do seu castelo podemos observar como o rio corre cheio de vida e força em direção ao seu destino. Ao passear pelas suas ruas calmas e cheias de história é impossível não pensar em todas as batalhas por ali travadas e nos milhares de vidas que por ali passaram ao longos dos séculos. O castelo de Monsaraz desempenhou durante séculos o papel de posto de vigia do Guadiana, de onde se podia observar a fronteira com Castela. O Castelo foi conquistado, e parece ironia mas não é, por Geraldo Sem Pavor em meados do séc. XII. Apenas por curiosidade, o Castelo de Monsaraz é um dos melhores exemplo da arquitetura militar do princípio do séc. XIV.

265af-castelo_de_monsaraz1
f2408-castelo_de_monsaraz3 8d2ae-castelo_de_monsaraz2

Castelo de Serpa

Outro dos meus castelos favoritos! O castelo ergue-se no centro histórico de Serpa e no interior das suas muito sofridas muralhas ainda se respira história e tradição. O Castelo de Serpa é também conhecido pela enorme pedra que se soltou de uma das muralhas e durante anos tem “guardado” a sua entrada. O castelo mantém ainda os seus quatro imponentes portões, conhecidos pela Porta da Corredoura, a Porta Nova, a Porta de Moura e Porta de Beja, o aqueduto que durante séculos abasteceu a povoação e a majestosa Torre do Relógio, a terceira torre relojoeira mais antiga do país.Um conjunto impressionante de monumentos que fazem deste, um dos mais espantosos Castelos nacionais, cheio de história, vitórias e derrotas e muitas aventuras para contar.

 

82615-lostfile_jpg_19023279
a192a-castelo_de_serpa_1

Castelo de Óbidos

Vila conhecida pelo seu famoso Festival do Chocolate, Óbidos tem um dos mais bem conservados Castelos em Portugal. De estilo manuelino, está classificado como Monumento Nacional e tem instalada a Pousada de Óbidos. Este Castelo protege a “sua” vila por uma robusta muralha de mais de 1,5 km que até hoje registe ao tempo. Por isso não estranhe se quando por aqui passar sentir que de repente foi transportado para os tempos medievais, época em que Reis e rainhas por aqui passeavam tranquilamente.

4f4bc-obidos3 6b578-obidos11

Existem muitos outros Castelos que merecem referência e por isso voltarei a este tema. Para já deixo-vos com um primeiro gostinho destes momentos de história que chegam aos nossos dias para nos lembrar de um tempo onde cada terra tinha que ser conquistada, mantida e defendida.

Um pensamento sobre “Se os Castelos falassem…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s