Duas semanas de itinerário pelo Vietname

Um resumo rápido: Hanoi (3 dias) – Ha Long Bay (2 dias) – Hoi An + My Son (3 dias) – Hue (2 dias) – Ho Chi Minh City & Mekong Delta (4 dias)

Dias 1-3: Hanoi

Começamos as nossas duas semanas no Vietname em Hanói, uma cidade entre a tradição e a modernidade e uma das mais antigas capitais do mundo, fundada em 1010 AC. Localizada nas margens do Rio Vermelho, nasceu e cresceu à volta de uma cidadela, cercada de diferentes guildas comerciais que serviam a corte

O que visitar:

. Visita ao Old Quarter, a zona histórica, é a alma da cidade e o seu principal ponto de atração.

. O mercado Dong Xuan, junto ao Old Quarter, o maior e mais antigo mercado coberto de Hanoi.

. O Lago Hoan Kiem e o Templo Ngoc Son, e toda a zona envolvente.

. A Ópera de Hanoi, um glorioso edifício neoclássico, inspirado na ópera de Paris.

. A Catedral de São José, uma igreja quase siamesa da Notre Dame de Paris, com as suas duas torres gémeas.

. A Cidadela Imperial, Património Mundial da UNESCO desde 2010.

. O Mausoléu de Ho Chi Minh, uma peça gloriosa e principal foco de atenção da Praça Ba Dinh.

. O Pagode Um Pilar é um dos mais importantes templos de Hanoi.

. O Templo da Literatura, mais esplendoroso de Hanoi e um raro exemplo arquitetura tradicional vietnamita.

. A rua do comboio, separa o Bairro de Ba Dinh e o Bairro Francês, meio escondida, é um ponto de atração a não perder.

. O Quarteirão Francês, uma zona onde se cruzam diferentes épocas da história do Vietname.

. O Pagode do Embaixador é considerado o centro oficial do budismo em Hanoi.

Descubra mais sobre Hanoi.

 

Dias 4- 5: Halong Bay

Depois de alguns dias na cidade embarcamos num cruzeiro até ao silêncio esmagador e às paisagens arrebatadoras de Halong Bay. Foram dois dias a bordo de um pequeno cruzeiro, onde cruzamos as águas calmas em direção aquele que é Património Mundial da UNESCO desde 1993.

Dias 6 – 8: Hoi An, My Son e Danang (Montanhas de Mármore)

Seguimos depois para Hoi An, diretos de avião até Danang e depois de transfer até ao Hotel. Este foi um dos pontos que mais gostei de visitar e claramente tinha ficado mais dias, apesar da chuva constante. É uma cidade cheia de charme e tradição. Daqui é ainda possível visitar os templos de My Son e as Montanhas de Mármore que ficam às portas de Danang.

Fotos e mais detalhes sobre Hoi An.

 

O que visitar:

. Cruzar as ruas da Cidade Velha e a zona ribeirinha

. A ponte coberta japonesa, um dos locais mais fotografados da Cidade Velha.

. As Assembleias e Casas Tradicionais, entre as quais a Assembleia Cantonesa, a Assembleia de Phuc Kien e Hainan, as Casas antigas de Phung Hung e de Tan Ky, Quan Thang, a capela da família Tran e o Templo de Quan Cong.

. Mercado de Hoi An

. O Santuário de My Son (lê-se Mi Sun), um centro religiosos datado dos séculos IV a XIII, localizado na zona montanhosa de Duy Xuyen, a curta distância de Hoi An.

Fotos e mais detalhes sobre My Son.

 

. As Montanhas de Mármore são um conjunto de cinco colinas feitas de pedra calcária e mármore em Danang, conhecidas pelas suas cavernas, túneis e templos.

Foto e mais pormenores sobre as Montanhas de Mármore.

 

Dias 9 – 10: Hue

Após Hoi An seguimos para Hue. A deslocação foi feita de carro, transfer contratado no hotel. Fica a cerca 2 horas e por 30 dólares ainda fizemos um pequeno desvio pelas Montanhas Mármore em Danang.

O que visitar:

. A Cidade Imperial, a fortaleza e palácio murados na cidade de Hue que constituíram, nos séculos XVII e XVIII, capital administrativa do sul do Vietname.

. Os Túmulos dos imperadores, localizados ao longo do Rio Perfume, espalhado por uma vasta área nas imediações de Hue: Tu Duc, Dong Khanh, Thieu Tri, Khai Dinh e Minh Mang.

. Os Pagodes

. O Mercado Dong Ba

Fotos e locais a conhecer em Hue.

 

Dias 11 – 14: Ho Chi Minh City & Mekong Delta

 

Depois de Hue, voamos para Ho Chi Minh, também conhecida como Saigão. Com 9,5 milhões de habitantes e cerca de 8 milhões de motas que se enfiam por todo o lado, Ho Chi Minh é uma cidade única, mágica e sedutora, atraindo muitos turistas.

O que visitar:

. Dong Khoi, a parte mais animada da cidade e o seu centro neurálgico, onde o tradicional se mistura com o moderno, monumentos como a Ópera e a Câmara Municipal convivem lado a lado com edifícios como o moderno Centro Comercial Vincom.

. Câmara Municipal ou Edifício do Comité, um dos mais fotografados da cidade.

. A Central dos Correios de Saigon, projetada pelo famoso arquiteto Gustave Eiffel é um dos edifícios coloniais franceses mais emblemáticos da cidade.

. A Basílica de Notre-Dame, a maior igreja construída durante o domínio francês, tendo perto de 40m de altura.

. A Bitexco Financial Tower, o edifício mais alto da cidade, é o mais recente ícone de modernidade da cidade. A principal atração é o skydeck no 49º andar onde se podem admirar as mais fantásticas vistas da cidade, 360º.

. Palácio da Independência (Palácio da Reunificação)

. Museu das Memórias da Guerra, um dos mais poderosos símbolos do pós-guerra da cidade.

.Os pagodes, onde se destaca o Pagode do Imperador de Jade, um dos mais populares e mais ornamentados da cidade.

. A Igreja Tan Dinh, uma das mais curiosas de HCMC, pelo seu tom vivo de cor-de-rosa, que mais faz lembrar uma casa de açúcar.

. O Mercado Ben Thanh

. As Rua Pham Ngu Lao e Bui Vien, onde se localizam o maior número de restaurantes e bares da cidade.

. Cholon, um dos bairros mais animados da cidade, ponto de confluência de comerciantes chineses há mais de três séculos.

. A vida no Delta do Mekong, um mundo à parte perto da cidade de HCM com as suas próprias regras, tradições e vivências.

Fotos e mais detalhes sobre HCMC.

One thought on “Duas semanas de itinerário pelo Vietname

Deixar uma resposta