Quantas pessoas “cabem” em Angkor Wat?

angkor-wat-3

Angkor Wat está a seguir as pegadas de Macchu Picchu e de Cinque Terre no que respeita à proteção do espaço e aumentou significativamente o preço dos bilhetes de acesso ao complexo. A partir de agora os preços dos passes diários passam de $20 a $37, os passes de três dias passam de $40 para $62 e o passe de 7 dias passa de $60 para $72. Esta medida tem como principal objetivo controlar o número de visitantes no complexo para tentar evitar a sua erosão e degradação.


Angkor Wat: Como sobreviver a 400 km2 de templos?

Angkor Wat, os templos da selva do Camboja


Quando lá estive em dezembro passado fiquei surpreendida com a quantidade de turistas que por ali circulavam e que se concentravam, para ver o nascer do sol em Angkor Wat. A verdade é que depois, ao longo do dia, as pessoas dispersam e acaba por só haver maiores concentrações nos templos mais populares como Bayon ou Ta Prohm (templo do Tomb Rider) e o espaço é de tal maneira grande que consegue receber muitos milhares de turistas por dia. O problema é mesmo a degradação que milhares de pessoas a subir e a descer diariamente os templos provoca.

31349508031_95ef55e36b_o.jpg

A medida é inteligente e demonstra grande coragem por parte da entidade gestora do parque, sobretudo pelo impacto do turismo em Siem Reap, cidade que só existe enquanto porta de entrada para Angkor Wat. A ver vamos como resulta.

Deixar uma resposta